svg

Todda - Consultoria Imobiliária Integrada.

    Melhor aplicação financeira de 2016

    Leilão extrajudicial, Leilão Judicial / 30 de outubro de 2018

    Seja para garantir uma aposentadoria alta, como para o investimento com médias de 50%de rendimento ao ano, a compra de imóveis em leilão para revenda e reinvestimento num movimento cíclico de retorno de capital é, certamente, a melhor aplicação financeira de 2016 e de todos os demais anos que estão por vir.

    Traçando um paralelo para uma simples comparação com as demais aplicações pré-existentes no mercado, fica nitidamente perceptível o porquê do investimento na compra e revenda por leilões de imóveis serem, de fato, a melhor aplicação financeira, não só pela questão real de sua altíssima rentabilidade, como também pela garantia e segurança no retorno rápido e constante do dinheiro investido.

    Muitos passamos quase que uma vida inteira juntando nossas economias, todas elas frutos do trabalho árduo e de muitas noites mal dormidas. A estabilidade financeira, seja para benefício próprio, de nossos filhos, ou mesmo para nos dar a certeza de um futuro próspero de muitos lucros e multiplicação do nosso dinheiro, são os principais motivos pelos quais é extremamente necessário aprender como e aonde aplicar o nosso dinheiro para que este cresça cada vez mais e, principalmente, nos leve a uma condição aonde investir seja tão rentável que possamos parar de trabalhar e aproveitar o que há de melhor na vida; viajando, conhecendo novos lugares e pessoas. Mas, com a segurança real de que o próprio dinheiro continuará rendendo, pois está sendo investido na melhor aplicação financeira.

    Por isso, investimentos dos mais variados são completamente defasados quando se pode comprar imóveis tão mais baratos em leilão, revendê-los a preço de mercado e posteriormente reinvestir o dinheiro faturando extremamente rápido com porcentagens de rendimento de cerca de 50%. Comparando com uma aplicação financeira feita em poupança o rendimento com base nas taxas de CDB (seja com retorno pré ou pós fixado) renderão no máximo R$ 4000,00 ao ano para o investimento MENSAL de R$ 10.000,00, por exemplo, o que representaria cerca de 6% ao ano, sem mencionar as taxas e encargos dos juros cobrados. Ao citarmos o investimento em títulos do tesouro, não só é um tipo de aplicação financeira muito arriscada, como nada garantida, pois, bloqueia o dinheiro por um tempo muito longo e, caso se queira resgatá-lo antes do prazo só irá dar prejuízo. Vale lembrar que aplicações em letras do tesouro podem ter valores pré ou pós fixados, o que, em ambos os casos, nada mais é do que um sorte ou revés com o seu precioso dinheiro, afinal pré fixando o valor, por determinado prazo, caso desejar resgatar o dinheiro antes do tempo de encerramento haverá grande perda de lucros diante da porcentagem de rendimentos ou mesmo a perda sobre o valor de face, pois a venda só poderá ser feita com descontos.

    “Uma montadora vende um carro 1.0 por 30 mil reais e após um mês apresenta o mesmo modelo, pelo mesmo valor, mas com motor 1.4. O dono do carro 1.0 precisará reduzir seu preço se quiser vendê-lo. O mesmo acontece com o título prefixado” Filipe Villegas, planejador financeiro da Alpes/WinTrade

    Mas, ainda que o dinheiro seja investido com um valor de rendimento pós fixado o risco é ainda maior, pois, a avaliação da porcentagem de rendimento será medida de acordo com a porcentagem fixada na ocasião do resgate, o que é um tiro no escuro (lembrando que as letras do tesouro são oriundas de títulos públicos e o governo sofre grandes oscilações) além de não sabermos como o mercado irá se comportar em 1, 2, 5 ou 10 anos, por exemplo.

    Existem outras formas de aplicação financeira, mas nenhuma das aplicações existentes é tão rentável em se tratando de nosso bem mais precioso que é o dinheiro como a compra e revenda em leilões de imóveis. A TODDA presta assessoria e consultoria para investidores; com sua equipe de economistas, doutores advogados, corretores e relações públicas, de modo a sempre identificar os melhores negócios em imóveis de acordo com o perfil de cada um de seus clientes, auxiliando em todo o processo da arrematação do bem, em seu desembaraço jurídico, evitando atrasos na documentação, bem como auxiliando na MELHOR VENDA! Deste modo, basta apurar os lucros da melhor aplicação financeira e reinvestir o dinheiro já duplicado em uma nova aplicação!

    Deixe uma resposta