svg

We build your dream

    smaranda ferraz

    / 22 de agosto de 2017

    belo horizonte, Boa noite. Drº em pagamento a uma divida de pensão de alimentos, meu ex marido, me pagou com um lote (dentro de um condominio), como pagamento. Entretanto, esse lote havia uma divida de taxas de condominio, dentre outras. Na epoca, fiz um documento de Escritura declaratoria, firmada em cartorio, assinada pelo presidente da associação. Eu sabia da divida e quando tive dinheiro, por varias vezes tentei negociar essa divida, mas sem sucesso. Os anos passaram, e com eles fiquei sabendo que os diretores do condominio tinham entrado com uma ação judicial contra meu ex marido. Hoje, apos anos, meu ex marido foi: julgado, sentenciado, executado. Entretanto, ele nao tem bens para pagar a divida. Fui informada que o lote será penhorado e levado a leilao para pagamento da divida. Alem do mais, ainda há uma divida de IPTU em meu nome, pois o valor foi crescendo e eu sabendo desse conflito, estou com duvidas como proceder. Se pago o IPTU como garanyia de que o lote e meu, ou nao. Ou se nao pago, e somente apos a conclusão desse processo resolvo essa questao. Outra pergunta: Se o juiz entrar com ajuizamento da penhora do lote para pagamento, posso entrar com embargo de terceiros? Agradeço e aguardo resposta. Att: Smaranda Obs.: Solicito que envie quais as leis (numero, inciso, paragrafo).