svg

Todda - Consultoria Imobiliária Integrada.

    Katia 

    / 22 de agosto de 2016

    Boa tarde, somos 3 herdeiras de um imóvel avaliado em R$ 350.000,00. Sempre morei com meus pais desde meu nascimento, cuidei dos dois até o falecimento de ambos, sou solteira e não tenho casa própria. Mudamos nessa casa há 28 anos, a qual foi construída pelo meu pai  (falecido há 15 anos) e continuo residindo nela (sozinha há 4 anos, desde a morte da minha mãe), sem pagar aluguel para minhas irmãs. Há dois anos, fiz um acordo verbal com minhas irmãs de vender o único bem que possuo (um terreno) e comprar a parte de ambas, mas não consegui vender até agora. Minha irmã mais nova (por pura ganância e egoísmo, pois meu pai doou uma casa para ela ainda em vida) resolveu romper os laços familiares conosco e entrou com um processo de Alienação Judicial de Bens. O processo está em fase de contestação e, se não comprarmos a parte dela, o imóvel irá a leilão. Se não for vendido no primeiro leilão, será feito um segundo leilão, podendo a casa ser vendida por 50% do valor. Minha dúvida é a seguinte: Se o imóvel for vendido pela metade do valor de mercado, poderei entrar com um processo contra minha irmã mais nova por perdas e danos?  Poderei pedir que ela me pague o restante do dinheiro que teria direito?  Pois já havíamos mandado avaliar a casa e colocamos a venda (eu e minha irmã mais velha), só não comunicamos a mais nova, pelo fato dela não ter mais comunicação conosco. Agradeço e aguardo resposta. Kátia.