DANIEL FARIAS SILVEIRA

/ 29 de abril de 2021

Arrematei um imóvel em leilão extra-judicial.

Entendo que a arrematação é um ato processual de transferência coecitiva da propriedade. Assim a arrematação é título de domínio em sentido material, funcionando a ata de arrematação como título de dominio formal.

Em sua experiência podemos dar início ao processo judicial de desocupação somente com a ata de arrematação, tendo em vista que o proprietário já manifestou recusa em sair do imóvel?